Dicas

Preparo do solo: você precisa estar atento

High angle view of tractor plowing a field

O sucesso de uma plantação depende do cuidado e responsabilidade do agricultor ao longo de cada processo. Se a armazenagem é o que vai conservar a qualidade dos grãos no final do ciclo produtivo, por exemplo, é o bom manejo e cuidado com o solo que vai garantir que as plantas cresçam com força e saúde. A terra a toda a sua matéria orgânica é um dos recursos naturais mais importantes do planeta. Afinal, é ali que encontramos todos os nutrientes que a natureza precisa.

Para você ter uma ideia, dos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável estabelecido pela ONU, mais da metade deles inclui o solo. Parece besteira, mas não é. Isso porque, segundo o site da Embrapa, somente 2,4% da terra do mundo possui excelente qualidade, apenas 12% dos solos de todo o planeta são próprios para a produção agrícola, enquanto que 33% é inútil (como nos polos terrestres).

Por ser um recurso limitado de extrema importância para o planeta, o agricultor precisa ter um cuidado especial com o solo. Além isso, as decisões tomadas no início da produção vão acarretar em consequências ao longo da produção.

Recentemente, explicamos sobre a importância da análise dos solos como forma de conhecer a capacidade produtiva de cada local e corrigir de forma precisa as suas deficiências (clique aqui para conferir). Hoje, viemos falar um pouco sobre o preparo e manejo do solo e porque esta etapa é tão importante e merece o dobro de atenção dos produtores rurais.

A female old hand on soil-earth. Close-up. Concept of old age-youth, life, health, nature

Preparo do solo: cuidados e vantagens

Preparar o solo é um fator determinante para garantir bons resultados na sua produção. Um terreno que não foi preparado de forma correta, pode deixar a terra vulnerável à chuva e, consequentemente, sofrer processos erosivos, perdas de solo, água e nutrientes. Entretanto, prepara-lo de forma incorreta pode submeter o solo aos mesmos problemas de degradação física.

De acordo com a pesquisa “Sistemas de preparo do solo: trinta anos de pesquisas na Embrapa Soja”, divulgado pela empresa em 2013, quando sistemas de manejo desenvolvidos para regiões de clima temperado são usados em regiões de clima subtropical e tropical (como no Brasil), por exemplo, foram percebidos reflexos desastrosos na produção agrícola e no meio ambiente (como erosão hídrica).

Quando o preparo do solo é feito de forma correta, além de reduzir processos erosivos, favorece a infiltração da água no terreno. Garantindo uma produção com resultados melhores e grãos com melhor qualidade. Além de garantir o suprimento de água para as culturas, previne-se, também, inundações e assoreamento dos rios. Também são abastecidos os lençóis freáticos que alimentam os cursos d’água.

Planting seeds

Conheça o Plantio Direto

Levando em conta o clima predominante no Brasil, o site da Embrapa estimula que o agricultor deixe no solo palha e restos das plantas na superfície do solo e prepara-lo para receber a semente apenas na linha de semeadura. Este sistema de manejo é chama de plantio direto. Esta técnica está consolidando em diversas regiões brasileiras trazendo resultados positivos em 80% das áreas agrícolas.

De acordo com o site, a lavoura fica menos vulnerável a eventos climáticos extremos e a produtividade média é 20% superior ao manejo de solo convencional, o que significa que, a cada 5 anos, o produtor ganha o equivalente a uma safra com os mesmos recursos, o que aumenta sua renda.

Além disso, o plantio direto também oferece vantagens para o meio ambiente, uma vez que ele permite produzir sementes de melhor qualidade e aumento da matéria orgânica na terra, reduzindo as emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa. A conservação da palha na superfície também protege o solo, evitando erosão e melhorando as suas condições físicas, químicas e biológicas, mantendo a umidade necessária às plantas, evitando contaminação de mananciais de água.

Fonte: Embrapa Soja e Nordeste Rural

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *