Armazenagem e Cia

8 dicas para armazenar os seus grãos a longo prazo

 

Se você é produtor, deve conhecer a importância da armazenagem de grãos para o seu negócio. Além disso, você deve compreender que cada processo tem importância para que eles se mantenham em boas condições, permitindo que você comercialize no momento certo.

 

Conheça o processo de armazenagem inteligente da Kepler Weber.

 

1- Prepare os silos de grãos

 

Garanta que as suas instalações estejam preparadas para receber os grãos. Isso significa limpar bem os silos e se livrar de qualquer resíduo que possa ter ou atrair insetos. Verifique se as áreas sob o piso possuem algum ponto que possibilite que insetos passem de uma estação para a outra.

 

 

2 – Armazenagem de grãos com qualidade

 

A condição dos grãos durante a colheita determinará o seu armazenamento. Por exemplo: se você pretende armazenar o milho a longo prazo, o ideal é colher os grãos maduros, enquanto estão com boa qualidade.

 

 

3 – Seque até o teor certo de umidade

 

Para a armazenagem de grãos de longo prazo, é necessário secar os grãos para que eles fiquem com o menor nível possível de umidade. O nível de umidade depende de cada produto: no caso do milho, o teor de umidade não deve ser maior que 14% e o de soja deve ser limitado a 13%. Para períodos de armazenamento superiores a um ano, deve-se trabalhar com 12% e 11%, respectivamente.

 

Se você conta com os equipamentos da Kepler Weber, pode realizar a secagem de grãos de forma muito mais rentável com o Secador KW Dryer .

 

 

4 – Melhore a aeração

 

Use tecnologias que melhorem a aeração. Os silos Kepler Weber dispõem de tecnologia preparada para o gerenciamento e controle da aeração, preservando a qualidade final dos grãos armazenados.

 

 

5 – Controle a temperatura

 

A capacidade de controlar a temperatura durante a armazenagem de grãos é crucial e, para esse processo ser realizado da forma correta, o ideal é colocar os grãos em um sistema de armazenamento com boa aeração. O sistema de aeração deve ser ligado no momento correto, de acordo com as condições climáticas e dos grãos.

 

 

6 – Mantenha os grãos conservados

Além de secar os grãos até o teor de umidade correto, monitorar a temperatura dos grãos armazenados é fundamental para manter os grãos conservados. Temperaturas inferiores a 17°C prejudicam o desenvolvimento da maioria dos insetos, enquanto a microflora tem asua faixa ótima de desenvolvimento entre 26°C e 30°C.

 

 

7 – Verifique os grãos frequentemente

 

A prática recomendada há muito tempo é checar os seus grãos regularmente. Para isso, suba até o topo e, sem entrar, veja se há alguma crosta ou cheiro perceptível. Um aumento na umidade da superfície muitas vezes é o primeiro sinal de problema. Se houver algo de errado, ligue os ventiladores de aeração. Um silo com ventilador de tamanho adequado terá fluxo de ar suficiente para secar uma pequena camada de umidade no topo. No entanto, deve-se sempre verificar a conservação dos grãos por meio do monitoramento de sua temperatura, pelo sistema de termometria.

 

 

8 – Observe se há insetos

 

Outro motivo para verificar os grãos frequentemente é a presença de insetos. Temperaturas inferiores a 17°C prejudicam o desenvolvimento da maioria dos insetos. Por isso, é importante realizar o correto monitoramento da temperatura dos grãos por meio da termometria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *